Início » Treino cruzado

Arquivo da categoria: Treino cruzado

Anúncios

Balanço de 2017

     Este vídeo mostra algumas fotos do ano e outras da São Silvestre de 2016.     

Este slideshow necessita de JavaScript.

     Foram 1900 km ao longo do ano (o número até impressiona, mas foram 215 dias de treino, ou seja, uma média de 8,8 km por dia de treino). Para atingir essa marca (?) fiz corridas no parque, corridas em esteira, caminhadas pelo parque, pedal em ergométrica e pedal pelas ciclovias e ciclofaixas da cidade (até usei a bike do Bike Sampa). Tudo isso com sol, chuva, frio ou calor lá estava eu com disciplina, persistência e comprometimento. Foram 35 horas de musculação ao longo do ano. Também aqui teve um aumento significativo por conta de recomendação da nutricionista, para reduzir a perda muscular (conhecida como Sarcopenia) que é bastante comum na minha faixa de idade.

     Neste ano, pedalei mais com intenções de reduzir o impacto da corrida e também para treinos de recuperação. Conforme estatísticas do ano de 2016 no site do Endomondo, cheguei a 582 km de pedal. E neste ano de 2017, foram quase 1050 km só de pedal. 

     E para dar suporte e deixar o histórico de tudo isso, usei vários aplicativos durante todos os treinos. Foram o Endomondo, o Runtastic, o Strava, o Polar Beat, e o Sports Tracker. Alguns foram para testar mesmo e outros para acompanhar o desempenho de cada treino. Vale ressaltar o motivo maior para usar vários aplicativos. Usava desde 2013 somente o Endomondo, porém o site teve algum problema que removeu todos os treinos em Junho último. Mesmo que tenham recuperado o histórico depois de reclamar por várias vezes, deixei de usar com regularidade. Hoje só uso mais para monitorar o treino e vez ou outra faço upload para o site. Isso também com os demais aplicativos. Diante disso, faço anotações de todos os treinos em um caderno (mais seguro, apesar de controle manual) e procuro ter uma visão semanal de todos eles. Com os sites, fica mais fácil você ter a visão semanal, mensal e anual, apenas com um click.

     Uma outra coisa importante que quero destacar é que ao longo do ano passei por consultas com a cardiologista e com a nutricionista. Isso para que os treinos fossem adequados conforme minhas condições físicas e alimentação adequada para os pré e os pós treinos.

     E você que está lendo este post, como foi seu ano ? Deixe aqui um comentário ou um depoimento. Quem sabe poderá fazer parte de uma nova coluna “Como são meus treinos” aqui no blog ?

Fontes: Strava, Endomondo, Sports Tracker, Polar Beat, Runtastic.

Fotos de Wilson Takeo

Anúncios

32 km !!!

     De bike neste domingo (01 de Outubro). O percurso que fiz foi, pela ciclovia da Paulista (até a Brigadeiro), da Vergueiro, da Joaquim Távora, parte da pista da Grade do Ibirapuera, da República do Líbano, da Hélio Pellegrino, e várias ciclofaixas da Vila Olímpia (Olimpíadas, Gomes de Carvalho, Funchal e Henrique Chamma) até chegar ao Parque do Povo. 

image001.png

     E o traçado do Parque do Povo, conforme o Endomondo.

image001.png

     Conforme o Cateye Velo 9 (Cyclocomputer), ficou assim o pedal:

                   Duração de 2 hs e 40 minutos,

                   Queima de 1520 kcal,

                   Velocidade média de 13,6 km/h,

                  Velocidade máxima de 42 km/h, e

                  Redução de CO2 = 4,9 kg

                             (deixei de emitir se fosse de carro).

Fontes: Google Maps, Endomondo e Cateye Velo 9.

  

Retomada dos treinos com pedais e um treino intervalado depois da viagem

     Para recuperar do abuso da viagem, voltei a pedalar “pesado”, foram 39 km. Aproveitei o bom tempo e fui no sábado, domingo e segunda (28/08). Usei o Strava para registrar os treinos, 2 pedais e um intervalado.

image001

image001.png

     E para começar a semana, um treino intervalado de apenas 4,2 km bem leve, já que fiquei 15 dias sem correr, apenas caminhei. 

image001

Fontes: https://www.strava.com

Pedal revisitando o Centro Histórico de São Paulo

     Foi no último sábado (08/07) que resolvi fazer um percurso diferente e fui pro lado do Centro da cidade. O pedal foi de 20,7 km, e todo o percurso foi monitorado pelo Strava. Vejam o percurso.

image001

image001   

       Usei as ciclovias da rua Vergueiro, av. Paulista, rua da Consolação, rua 7 de Abril e Viaduto do Chá. Só para se ter uma idéia, passei em frente do prédio da Gazeta, do Masp, do Conjunto Nacional, do Cine Belas Artes, da Biblioteca Mário de Andrade, do Teatro Municipal, do Viaduto do Chá, do Shopping Light, do CCBB, do Pátio do Colégio, e do Tribunal de Justiça. Sem falar que passei pelas praças Roosevelt, Patriarca, Clóvis, e João Mendes. Depois do centro, fui em direção a Aclimação e não usei nenhuma ciclovia, já que não existe. No caminho, passei ao lado do Parque da Aclimação.    

      Além de melhorar e integrar as ciclovias existentes, uma outra coisa que falta nesta cidade são os bicicletários. Por exemplo, o Café do Pátio do Colégio não tem.

Fonte: https://strava.com

Treinos com novo Limiar Anaeróbio

    Até Novembro passado vinha correndo na faixa máxima de 160 BPM. Porém, estava cansando bastante por conta dos treinos sem uma aparente causa. Conforme o acompanhamento da cardiologista, fui fazer um teste ergoespirométrico. O resultado apontou que meu limiar não era mais 162 BPM e sim 138 BPM !!! O motivo era esse que a cardiologista observou nos gráficos dos exames. 

     E para correr com esse limiar foi um grande desafio, pois não conseguia correr. Era só um trote por um percurso muito curto, coisa de 100 a 150 metros. Tive que me adaptar. Depois de quase 3 semanas, testando e experimentando, cheguei a esta planilha. Vejam:

       2a feira  –  Intervalado entre caminhada e trote a cada 100 metros  –  40 a 50 minutos.

       3a feira –  Caminhada de 40 minutos

       4a feira  –  idem 2a feira

       5a feira  –  descanso

      6a feira  –  idem 2a feira

      Sábado  –  pedalada de 10 km

     Domingo  –  descanso

     Ao longo da semana, 2 sessões de musculação de 15 a 20 minutos, uma para os braços e outra para as pernas.

     Conforme o registro no Endomondo, as estatísticas ficaram assim.

 image002

image001

 

 

 

Atividades de Setembro de 2016

     Conforme as estatísticas mensais do Endomondo, como mostra a figura abaixo,  seguem alguns comentários acerca das atividades realizadas em Setembro último.

     Quase todos os treinos foram sincronizados com o aplicativo do celular. Salvo alguns que perdi o registro por falta de atenção ao utilizar o aplicativo.

     Uma grande mudança na minha planilha, foi a inclusão de mais uma atividade a cada treino. Isso foi possível devido as minhas condições físicas. Por exemplo, junto com uma corrida, incluí ou uma caminhada ou uma pedalada. A cada dia, o treino é diferente, considerando-se  as condições físicas.

     Testei uma corrida e depois uma caminhada ou pedalada, e também testei o inverso e percebi que a corrida nesta situação foi prejudicada em todas as tentativas, principalmente quando pedalei. Tive que reduzir a distancia do treino. Na maior parte das pedaladas, usei o serviço da Bike Sampa.

     Outro comentário importante, é sobre o GPS que nunca registrou a distancia correta pois o sinal nem sempre é eficiente.      

image002

Resumo mensal por duração

     Resumindo, foram quase 54 km de corrida, quase 13 km de caminhada e pouco mais de 86 km de pedalada. Tudo isso em quase 20 horas só de atividades que foram 29. 

Fontes: Endomondo e Bike Sampa

 

Resumo das atividades de Julho

     Conforme o Endomondo, minhas atividades vem evoluindo com menos caminhada e mais corrida e pedalada. Uma coisa importante é que a caminhada fará parte também dos treinos, principalmente após uma corrida como treino regenerativo. 

     Por atividade, as distancias e tempos apontados, conforme o Cateye9, foram:

                     –  Caminhadas – 12 km em 2,5 horas,

                      –  Corridas – 52 km em 8 horas,

                      –  Musculação – 2 horas e

                      –  Pedaladas – 46 km em 7 horas.  

 

image001

image003