Bora Corrê!

Início » Tecnologia

Arquivo da categoria: Tecnologia

Testando o Polar Beat

     Testei a versão gratuita do Polar Beat (classificação = 3,8 no Play Store) em um treino leve de 7 km pela pista de Cooper do Ibirapuera.

     Algumas funções que facilitam o atleta:

     – Escolha do esporte que vai de caminhada, badminton, ciclismo, esteira, esqui, remo, squash, pesos, tenis, entre outros,

     – Dados básicos de perfil como sexo, nascimento, altura, peso, frequencia de treinos, e freq. cardíaca máxima,

     – Definições para os treinos como, unidades de medida, sensor de FC (Polar H10 heart rate sensor que custa 89,90 euros),

        Obs: tentei  a cinta do Polar FT7, mas não aceitou.

     – Orientação por voz que pode ser baseado por distancia ou tempo e repetir por 1, 2, 3 km, etc, além de controle do volume.

     – Bloqueio do botão de pausa que serve qdo voce reduz a velocidade de sua corrida (ou pára a corrida, isso tenho que verificar), o apps deixa de registrar o treino nesse momento.

     Durante o treino, vai mostrando a distancia percorrida, a qtde de calorias consumidas, o ritmo em min/km, os batimentos por minuto (BPM), a duração e o percurso do treino.     

     Ao finalizar o treino, mostra a duração, a distancia, o ritmo médio, o ritmo máximo, o mapa do ritmo, e o mapa do percurso. Além disso, voce pode atribuir uma nota ao treino, adicionar um comentário, e compartilhar o treino com o Facebook, Instagram, WordPress, Linkedin, etc.

     Para o treino de hoje (05/10) que foi uma corrida de 7 km na pista de Cooper do Ibirapuera, vejam como se comportou:

     – Distancia percorrida = 6,38 km,

     – Tempo = 1 h e 4 minutos,

     – Ritmo máximo = 5′ e 13″/km

     – Ritmo médio = 10′ e 7″/km

image001
Iniciar um treino

image001
Treino em andamento

   

image001
Treino em pausa

         

image001

Resumo do treino – Dados

image001

Trajeto do treino

     Para acompanhar/compartilhar seus treinos, voce deve se cadastrar no site  https://flow.polar.com/. Vejam a planilha mensal.

image001

     Após incluir os treinos entre os dias 01/10 e 07/10, vemos como o site mostra os resultados.

image001.png

      E a seguir, a estatística que o site resumiu.

image001.png        Em resumo, é um aplicativo que atende perfeitamente aos atletas, sejam corredores, ciclistas, etc.  

Fontes: https://flow.polar.com/ e apps Polar Beat 

Fotos de Wilson Takeo

 

Anúncios

Testando o aplicativo Sports Tracker

     Também instalei a versão gratuita e com a classificação de 4,5 no Play Store.

     Vejam as primeiras impressões: 

  – mostra o quanto voce treinou na semana e avisa quantos dias faltam para fechar a semana,

  – ao clicar em INICIAR, mostra algumas definições para o novo treino,

  – aqui voce pode escolher uma outra atividade que não seja Corrida, por exemplo, Ciclismo. Existe uma lista enorme de atividades, entre elas tem, escalada, esqui alpino, golf, ioga, pesca, etc e até uma lista de outro1, outro2, …, etc, 

  – pode também escolher a auto pausa que seria menor que 2 km/h ou menor que 5 km/h, voce escolhe,

  – pode escolher se quer feedback no áudio a cada volta que voce define, se meio, 1, 2, 5, ou 10 km (aqui voce escolhe o que ouvir, por exemplo, distancia, duração, ritmo, frequencia, etc),

 –  até que voce chega na tela para começar o treino, onde se vê o mapa do local, duração, distancia, velocidade e velocidade média,

    Obs: ele mostra se existe sinal do GPS (muito importante, pois senão a distancia percorrida não será apontada no resultado final),

    Obs: toda vez que o treino esteja com velocidade menor que 2 ou 5 km/h, esse tempo não é computado no treino, e é considerado como uma pausa, mas tem a opção de não ter essa autopausa,    

 – após clicar em INICIAR, voce ouve “Começou !”,

 – avisa a cada volta percorrida, o tempo, a duração, a distancia, e a velocidade (defini a volta de 1 km),

 – Se clicar em Parar, voce ouve “Parou !”,

 – Se clicar em Continuar, voce ouve “Retomado !”,

 – Se clicar em Volta, voce ouve o tempo, a duração, a distancia e a velocidade da volta.     

DSC_0333  DSC_0337DSC_0335  DSC_0334  DSC_0338DSC_0345    DSC_0346  DSC_0340  DSC_0342  DSC_0343  DSC_0347  DSC_0344DSC_0348  DSC_0349

     Detalhe que chamou a atenção: ao clicar em Parar e Fim, voce ouve “Parou !” e o app sai do ar, ou seja, voce tem que desbloquear o celular e encerrar o treino com fotos, comentário sobre o treino e escolher uma opção de compartilhamento.

     É isso, este me pareceu o melhor app para meus treinos !!!

     Abraço a todos e bons treinos. E não deixe de se hidratar !!!

Fonte: Sports Tracker

Fotos de Wilson Takeo

 

 

 

32 km !!!

     De bike neste domingo (01 de Outubro). O percurso que fiz foi, pela ciclovia da Paulista (até a Brigadeiro), da Vergueiro, da Joaquim Távora, parte da pista da Grade do Ibirapuera, da República do Líbano, da Hélio Pellegrino, e várias ciclofaixas da Vila Olímpia (Olimpíadas, Gomes de Carvalho, Funchal e Henrique Chamma) até chegar ao Parque do Povo. 

image001.png

     E o traçado do Parque do Povo, conforme o Endomondo.

image001.png

     Conforme o Cateye Velo 9 (Cyclocomputer), ficou assim o pedal:

                   Duração de 2 hs e 40 minutos,

                   Queima de 1520 kcal,

                   Velocidade média de 13,6 km/h,

                  Velocidade máxima de 42 km/h, e

                  Redução de CO2 = 4,9 kg

                             (deixei de emitir se fosse de carro).

Fontes: Google Maps, Endomondo e Cateye Velo 9.

  

Retomada dos treinos com pedais e um treino intervalado depois da viagem

     Para recuperar do abuso da viagem, voltei a pedalar “pesado”, foram 39 km. Aproveitei o bom tempo e fui no sábado, domingo e segunda (28/08). Usei o Strava para registrar os treinos, 2 pedais e um intervalado.

image001

image001.png

     E para começar a semana, um treino intervalado de apenas 4,2 km bem leve, já que fiquei 15 dias sem correr, apenas caminhei. 

image001

Fontes: https://www.strava.com

Percurso alternativo no Parque do Ibirapuera

      Para quem costuma treinar sempre no Parque do Ibirapuera, aqui vai uma dica para outro percurso e com pisos variados.

     Percurso de 8 km –

image001.png

cropped-cropped-image00112.png

cam04055

Pista de Cooper – Ibirapuera – São Paulo

     Piso de pedriscos, de terra, de grama, de calçada, de asfalto e de raízes das seringueiras, jequitibás, etc.

     Comece pela pista de Cooper e logo que passar pela placa dos 400 metros, saia dessa pista e acesse a pista da Grade e siga as placas indicativas de 100 em 100 metros (no momento, todas as pistas do parque estão passando por uma manutenção geral, e não sei até qdo teremos que aguardar pelas novas). Com estas duas pistas, voce pode fazer 1, 2, ou mais voltas em cada uma delas, conforme seu condicionamento.

     Para 8 km, faça uma volta na pista da Grade e 1 volta e mais 500 metros na pista de Cooper. Como a pista da Grade fica mais afastada do fluxo em geral e entre árvores como eucalíptos e bambuzais, aconselho fazer o treino durante o dia, mesmo porque não há iluminação adequada.

     Mesmo treinando, tirei esta foto junto as barras de alongamento da pista de Cooper.

IMG_20170714_135323469

Pista de Cooper do Parque Ibirapuera

Fonte: https://www.strava.com e fotos de Wilson Takeo

Pedal revisitando o Centro Histórico de São Paulo

     Foi no último sábado (08/07) que resolvi fazer um percurso diferente e fui pro lado do Centro da cidade. O pedal foi de 20,7 km, e todo o percurso foi monitorado pelo Strava. Vejam o percurso.

image001

image001   

       Usei as ciclovias da rua Vergueiro, av. Paulista, rua da Consolação, rua 7 de Abril e Viaduto do Chá. Só para se ter uma idéia, passei em frente do prédio da Gazeta, do Masp, do Conjunto Nacional, do Cine Belas Artes, da Biblioteca Mário de Andrade, do Teatro Municipal, do Viaduto do Chá, do Shopping Light, do CCBB, do Pátio do Colégio, e do Tribunal de Justiça. Sem falar que passei pelas praças Roosevelt, Patriarca, Clóvis, e João Mendes. Depois do centro, fui em direção a Aclimação e não usei nenhuma ciclovia, já que não existe. No caminho, passei ao lado do Parque da Aclimação.    

      Além de melhorar e integrar as ciclovias existentes, uma outra coisa que falta nesta cidade são os bicicletários. Por exemplo, o Café do Pátio do Colégio não tem.

Fonte: https://strava.com

Traçado de 1 km da pista de Cooper do Parque da Independência

     O percurso que tem 1 km na pista de Cooper do Parque da Independencia é este, conforme o Strava.

image001      

ou

image001.png

     Foi diante de um comentário feito pela Flávia Costa em 17/10/2016 que resolvi confirmar o percurso de 1 km neste parque que é bastante agradável, oferecendo pistas variadas entre terra, asfalto e calçada. Lembrando que o parque fica aberto das 5 da manhã até as 8 da noite.

     Para isso, usei os aplicativos Strava e Endomondo. Na primeira volta que foi a maior, usei o Strava que apontou 1,3 km e na 2a volta, usei o Endomondo que apontou 1,3 km, também. Vejam o percurso que fiz.

 image001.png

 ou

image001

    E na 3a volta, fiz um traçado menor e cheguei no 1 km conforme as duas primeiras figuras acima. Agradeço a Flávia Costa pela contribuição.

Fonte: https://www.strava.com