Bora Corrê!

Início » Lesões

Arquivo da categoria: Lesões

Como a musculação contribui para o desempenho de um atleta

     Estudos (ver no final as fontes de pesquisa) apontam para os benefícios que a musculação traz as pessoas e corredores que a praticam com regularidade, sendo que o desempenho, o emagrecimento e a redução das lesões são os mais comuns.

     Mas para que a musculação traga os benefícios citados, é super importante que seja praticada no início, com o auxílio de um profissional de Educação Física para se fazer os movimentos corretos para não lesionar.  

DSC_9607

     A musculação deve ser dirigida e orientada conforme as metas de cada pessoa. Umas querem reforçar para as corridas, outras querem buscar um melhor perfil físico, outras buscam apenas o bem estar e a qualidade de vida. 

DSC_9609

    Portanto, a dica mais importante é buscar um profissional para iniciar a musculação, converse e troque idéias para entender o que é melhor para voce.

Fontes: Revista Pesquisa em Fisioterapia. 2014 Abr;4(1):62-70 e Rev Bras Reumatol, v. 46, n.6, p. 391-397, nov/dez, 2006.

Fotos de Wilson Takeo

Anúncios

Correr, uma história

   Era uma vez um senhor de quase de 55 anos que achava que correr era coisa só para os atletas. Sem pretensão alguma, começou a caminhar com sua esposa, já que morava perto do Ibirapuera. E só caminhava nos dias de sol ! 

   Numa dessas caminhadas pelo Ibirapuera resolveu conhecer o extinto programa “Atividade física nos Parques” do Incor em parceria com a prefeitura. Lá conheceu a profa. Maria Antonieta que o incentivou a adotar uma planilha de treino, mesmo para caminhadas. Até que foi participar de uma caminhada na extinta “Corrida pela Paz” lá pro´s lados do Jardim Santo Antonio. Fez a caminhada de 5 km. Recebeu sua primeira medalha que guarda até hoje junto com outras mais de 100, entre as quais, 6 da São Silvestre.

   Hoje, passados mais de 10 anos, adotou a disciplina como um dos grandes benefícios da corrida, sem contar que o peso é estável, dorme muito bem, aprendeu a lidar com as lesões, sofreu com grandes lesões, se afastou por quase um ano, mas retornou e hoje com quase 65 anos continua firme e forte, fazendo em média 18 km semanais e 15 km semanais de pedal. Por conta da grande lesão que sofreu, adotou a bike como um treino alternativo enqto se recuperava da lesão. Além de fisioterapias, fez acupuntura e até pilates para retornar as corridas. Foi um grande desafio e aprendizado.

   Que esta história seja um incentivo para quem quer correr em busca de qualidade de vida.

   Boas corridas e bom fim de semana a todos !!!

 

 

     

Dicas para quem está lesionado e quer se manter em atividade

cropped-cam007391.jpg

O ciclismo é indicado para quem está lesionado do tendão, da canelite, da fasciíte plantar e até do esporão calcaneo. Além do ciclismo, o remo e a natação também são considerados como complementares as corridas. Veja abaixo os principais benefícios do ciclismo:

1) poucos riscos de lesões,

2) alonga e fortalece o tendão calcâneo, e

3) alivia a tensão na planta do pé.

Fonte: livro “Para começar a praticar corrida” de Sean Fishpool (Publifolha)

Pedalar: treino alternativo

    Para variar meus treinos, também pedalo uma vez por semana. São em média 25 km que chego a gastar 1500 kcal. A vantagem do pedal é que a carga é menor sobre os tendões. Além de ser um bom exercício aeróbico, é considerado por especialistas como um treino regenerativo. Outra vantagem, é bom para emagrecer.

    Por que adotei o pedal nos meus treinos ?

    Foi por conta de um Esporão Calcâneo que apareceu depois de muitos treinos para fazer minha primeira Meia Maratona do Circuito Athenas em 2011. Logo depois disso, 2012 foi o ano de vários tratamentos e de recuperação. Foi aí que comecei a pedalar, por recomendação da minha cardiologista. Consegui manter o condicionamento e aos poucos fui retornando aos treinos de corrida, e hoje estou fazendo exercícios de resistencia, chegando aos 10 km. Acredito que em pouco mais de um mes, estarei iniciando os treinos para ganhar velocidade. Aí então estarei em condições de voltar a fazer a grande São Silvestre.        

Fonte: http://www.minhavida.com.br/

Dicas sobre musculação

Todo corredor deve incluir a musculação em seus treinos. Vale a pena, porque reforçando os tendões e sua musculatura, suas corridas terão maior desempenho e sem as lesões que tanto afetam os corredores. Veja o vídeo da Oxigenio TV. 

Fonte: site “o2porminuto.com.br” 

PILATES – voce sabia que pode ajudar nas corridas ?


   Por que fazer Pilates ? Porque trabalha o corpo como um todo, fortalecendo os músculos, alongando-os e aumentando a mobilidade articular.

   Deve ser ressaltado que o Pilates tem enfoque principal no chamado Power House, ou seja, toda musculatura que apoia e protege a coluna, melhora a postura, o equilíbrio tanto para a corrida, quanto para as atividades diárias.

   Diante disso, para o corredor o maior benefício é sem dúvida a redução das lesões, lembrando também que o Pilates não tem contra indicação, podendo ser praticado por qualquer pessoa, independente de sexo e idade, inclusive é indicado para pessoas

com hérnia de disco lombar, artrose, artrite, osteoporose, entre outros.

   Como passei o ano todo de 2012 fazendo fisioterapia e acupuntura por conta de um Esporão Calcâneo, fui buscar algo que fortalecesse as articulações e isso achei no Pilates. Estou há 6 meses fazendo uma vez por semana, durante 1 hora e já percebo a diferença nos treinos. Após cada corrida, não sinto as dores nas pernas, principalmente nos tendões.

   No Pilates as molas de resistência são utilizadas nos aparelhos como o Cadillac, o Reformer e o Step Chair. Já o Ladder Barrel é um aparelho sem molas, e a bola, o buzu e o disco de equilíbrio são os acessórios mais utilizados. Segue abaixo cada um desses aparelhos.

 

image001

Cadillac

image001

Reformer

image001

Step Chair

image001

Ladder Barrel

Este texto foi revisado com a colaboração da prof. Joyce da Clínica Rocha. Conheça o site.

Retorno as corridas

   Com treinos Intervalados (3´ trotando e 2´ caminhando) estou pronto para participar da 1a etapa da Circuito das Praias no próximo dia 24 em Peruibe. Nos treinos o tempo médio foi de 45 minutos (Pace médio de 9 minutos /Km), o que está ótimo para quem passou o ano todo de 2012 entre sessões de fisioterapia, acupuntura e muitos exercícios de alongamentos recuperando-se de um Esporão Calcaneo e de uma Tendinose.  

   O retorno está sendo possível porque os treinos não foram totalmente suspensos, pois desde Junho passado venho pedalando para substituir a corrida o que causa menos impacto e contribui na parte aeróbica como a corrida. Vejam matéria no Diário da Saúde

   Agradeço a minha cardiologista do esporte (Dra Maria Janieire Nunes Alves) que incentivou o uso da bicicleta. Apenas para ilustrar tudo isso, segue abaixo a planilha de treinos utilizada.


image001

Obs: esta planilha é de uso pessoal ! Se voce achou interessante, adapte-a as suas condições físicas junto ao seu cardiologista e/ou ortopedista.